terça-feira, 20 de junho de 2017

Blog Entre Livros e Prosa



O meu encontro com esse livro aconteceu da forma mais linda possível, foi em uma fila na bienal do livro de 2016 em são Paulo.

Conheci a escritora Malerey, uma pessoa cativante, de voz suave e penetrante. Ela nos apresentou seus livros e quando colocou em minhas mãos O Beco da Ilusão não quis mais soltar, sabia que algo me aguardava.

Demorei um pouco para ler, pois já havia outros na lista de leitura então... chegou a vez dele.

Um livro rico em detalhes e informações surpreendentes...

A história começa em 1931. Narrada pela querida Yidish, uma menina judia de família humilde e bem conservadora.

As características de Yidich se destacava dos demais irmãos ela não sabia o motivo, mas também não tinha coragem de perguntar para seus pais. Ela recebia o amor como os outros irmãos e esse era motivo suficiente para que nada pudesse colocar em seu coração qualquer dúvida.

Yidish, é esperta e não precisava de muito para entender as coisas que a rodeava.

Ela é uma menina com grandes sonhos...

Seu pai recebe uma herança de um tio que morava na Alemanha, e por esse motivo eles tiveram que se mudar para lá.

Logo quando chegaram ao seu destino final, na Alemanha, ela se encanta com uma cena que despertou o desejo de um grande sonho. Era o desejo mais oculto em seu coração. Ela não sabia se poderia um dia realizar tamanho desejo, mas isso ficaria guardado e quando fosse o momento ela realizaria.

Sua adaptação foi mais fácil do que ela tinha imaginado, logo conheceu os seus eternos amigos Erdmann e Aton, os amigos que o destino lhes apresentava para que um dia ela pudesse ter certeza que seria para toda a vida.

O tempo passou e veio a guerra... Momento esse de muita dor para Yidish... Tempos difíceis ela teria pela frente... Ela precisaria de muita força... Viveria percalços e lamentos... A morte passaria em seus olhos...

Ela passara tempos de muita angustia, porem o tempo e nem as dificuldades lhes tiraram o amor de seu coração. Ela jamais saberia se viveria para concretizar esse amor.

Foi preciso, somente um reencontro para que ela tivesse a certeza que o amor seria para toda a vida. Que nem mesmo a guerra foi capaz de apagar a chama em seu coração. Podemos dizer que foi esse amor que a salvou em momentos mais difíceis, podemos dizer que foi esse amor que a levou para os braços de seu amado.

Esse é aquele livro maravilhoso de um final surpreendente.

Obrigada, Mallerey.

Indico a todos o livro O BECO DA ILUSÃO.



Nenhum comentário:

Postar um comentário